Pular para o conteúdo principal

Saiba como se inscrever nas palestras


Dificuldades de Aprendizagem
Data: 11/04/2012 / Horário: 8h30 às 12h30 – quarta–feira
Objetivo: possibilitar aos profissionais de Educação um contato com as variáveis que interferem no processo ensino-aprendizagem, levando-os a uma reflexão sobre as suas contribuições práticas, enquanto educadores, na identificação e diminuição das dificuldades de aprendizagem.
Palestrante: Patrícia Lorena – Mestre e doutoranda em Educação Especial, pela Uerj.
Programação: o que é aprendizagem – entendendo os conceitos de aprendizagem e dificuldades de aprendizagem; conhecimento x saber; transtornos de aprendizagem.Participe
Neurociências e Práticas Educacionais – Neuroeducação: uma Incógnita? 
Data: 12/04/2012 / Horário: 8h30 às 12h30 – quinta–feira
Objetivo: Apresentar aos profissionais de Educação as possibilidades na correção das dificuldades escolares de aprendizagem utilizando a metodologia da Neuroeducação.
Palestrante: Rita Thompson – Mestre em Educação.
Programação: determinantes do desenvolvimento infantil: ambiente x genética; desenvolvimento psicomotor; desenvolvimento da linguagem.Participe
TDAH – Déficit de Atenção/Hiperatividade na Escola 
Data: 14/04/2012 / Horário: 8h30 às 12h30 – sábado
Objetivo: propiciar aos profissionais de Educação lidar com o TDAH, na sala de aula e em todos os ambientes escolares.
Palestrante:  Gustavo Teixeira – Médico Psiquiatra.
Programação: a escola: formação acadêmica, socialização e inclusão; professor: um profissional de saúde mental infantil?; o que é transtorno de déficit de atenção/hiperatividade.Participe
Saúde na Escola: Vulnerabilidades na Adolescência x Gravidez Precoce 
Data: 18/04/2012 / Horário: 8h30 às 12h30 – quarta–feira
Objetivo: proporcionar, através da exposição do tema, a reflexão sobre a importância da prevenção e promoção em saúde nas escolas.
Palestrante: Dinah Oliveira Santos – Doutora em Saúde Coletiva – Instituto de Medicina Social, Uerj.
Programação: refletir sobre a importância da informação e do trabalho educativo; apresentar a questão da autoestima, das relações de gênero e da visão fantasiada da realidade.Participe
Potencialização Cognitiva: Instrumento de Aprendizagem Significativa! 
Data: 27/04/2012 / Horário: 8h30 às 12h30 – sexta–feira
Objetivo: apresentar uma metodologia que facilite aos profissionais de Educação promover a potencialização da aprendizagem significativa.
Palestrante:  Gleice Albuquerque – Pós-graduada em Gestão Escolar e Coordenação Pedagógica, UGF/SP.
Programação: o potencial de aprendizagem; o que é mediação cognitiva; fatores indispensáveis para a aprendizagem.Participe
Educação a Distância: Possibilidades e Caminhos 
Data: 28/04/2012 / Horário: 8h30 às 12h30 – sábado
Objetivo: apresentar aos professores uma abordagem sobre a Educação a Distância (EAD) na sua forma mais ampla.
Palestrante: Fernando Mattos – Consultor em TIC (Tecnologias da Informação e Comunicação).
Programação: panorama da EAD no Brasil; funcionamento do sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB); tipos de EAD.Participe
A Leitura Literária na Escola como Produção de Conhecimento: Teoria e Prática 
Data: 05/05/2012 / Horário: 8h30 às 12h30 – sábado
Objetivo: desenvolver uma prática dialógica e artística do texto literário nas séries iniciais do Ensino Fundamental (primeiro ao quinto ano), tendo por base os estudos de Mikhail Bakhtin e Vygotsky, autores que permitem compreender a natureza da linguagem literária e sua relação com a produção do conhecimento.
Palestrante:  Patrícia da Silva Pacheco – Mestre em Educação pela PUC/RJ.
Programação: sensibilização para o tema por meio de leituras dramatizadas; exposição dialogada sobre a natureza da linguagem (dimensões dialógica, interdiscursiva e estética); oficina poética realizada com o grupo para concretizar a discussão teórica.Participe
A Infância nas Creches 
Data: 09/05/2012 / Horário: 8h30 às 12h30 – quarta – feira
Objetivo: identificar a perspectiva sócio-histórica da criação das creches; refletir sobre o cotidiano das creches; fornecer aporte teórico para o trabalho pedagógico em creches e educação infantil.
Palestrante: Tania Nhary – Doutora e Mestre em Educação, UFF.
Programação: o conceito de infância na perspectiva sócio-histórica-cultural; reflexão sobre a relação teoria e prática na educação infantil e em creches; as práticas pedagógicas em creche; o espaço-tempo destinado a esse segmento de ensino.Participe
A Judicialização das Relações Escolares na Visão dos Educadores 
Data: 10/05/2012 / Horário: 13 às 17h – quinta–feira
Objetivo: apresentar o fenômeno que chamamos judicialização das relações escolares, que se caracteriza pela ação da Justiça no universo da escola e das relações escolares.
Palestrante:  Álvaro Chrispino – Doutor em Educação, pela UFRJ.
Programação: mostrar que os atores principais da Educação não estão sabendo lidar com as variáveis que caracterizam as relações escolares; o desconhecimento dos deveres instituídos pelo Código Civil, pelo Estatuto da Criança e do Adolescente e pelo Código de Defesa do Consumidor.Participe
Autismos
Data: 12/05/2012 / Horário: 8h30 às 12h30 – sábado
Objetivo: apresentar os diferentes espectros do autismo, refletindo sobre as possibilidades, intervenções e ações inclusivas dos portadores desses transtornos invasivos do desenvolvimento.
Palestrante: Dr. Jair de Moraes – neurologista infantil.
Programação: etiologia, características clínicas dos autismos, fatores biopsicossociais; diagnóstico: precoce e diferencial, tratamentos, intervenções para inclusão educacional e social dos autistas.Participe
Psicomotricidade do dia a dia – A Contribuição para a Educação Infantil
Data: 16/05/2012 / Horário: 8h30 às 12h30 – quarta–feira
Objetivo: possibilitar ao professor a inserção da psicomotricidade em atividades do dia a dia nos diferentes eixos do conhecimento.
Palestrante:  Valéria Mendonça – psicomotricista, psicopedagoga clínica e institucional.
Programação: o desenvolvimento psicomotor e suas aquisições psicomotoras – marcos do desenvolvimento, etapas do desenvolvimento psicomotor de zero a seis anos; educação psicomotora e fatores psicomotores; aspectos psicomotores que interferem na aprendizagem – pré-requisitos básicos necessários para que a aprendizagem se processe.Participe
Criatividade e Inovação: Reinventando a Sala de Aula
Data: 17/05/2012 / Horário: 8h30 às 12h30 – quinta – feira
Objetivo: enfocar a importância do despertar do poder criador e da inovação para transformar a sala de aula em um ambiente energizado e estimulante para o convívio e o aprendizado.
Palestrante: Ricardo Soares – Mestre em Ciências Empresariais.
Programação: a criatividade – o gigante adormecido; a percepção, vínculos e limites; autoconhecimento e autoestima.Participe
Redação: Prática e Teoria
Data: 22/05/2012 / Horário: 8h30 às 12h30 – terça–feira
Objetivo: fornecer, de forma sucinta, simples e objetiva, instrumentos para uma adequada elaboração de redações em prosa, fazendo uso conjunto de prática e de teoria.
Palestrante:  Fernanda Lessa Pereira – especialista em Linguística de Texto, pela UFRJ.
Programação: reconhecimento das particularidades de cada tipo de texto em prosa e em verso; estudo de coesão e de coerências textuais; recursos expressivos em textos.Participe
Projetos de Trabalho em Sala de Aula
Data: 24/05/2012 / Horário: 8h30 às 12h30 –quinta – feira
Objetivo: apresentar aos profissionais de Educação os propósitos e benefícios do processo de ensino e aprendizagem por meio de projetos.
Palestrante: Heloisa Padilha – Pedagoga e Mestre em Educação (PUC-Rio).
Programação: indicação de como se estruturam os projetos e como podem ser aplicados em sala de aula.Participe
As Interrelações entre o Comportamento Infantil e os Transtornos de Aprendizagem
Data: 26/05/2012 / Horário: 8h30 às 12h30 – sábado
Objetivo: apresentar aos profissionais de Educação os transtornos comportamentais e de aprendizagem, e de que forma eles podem interferir diretamente no aprendizado formal.
Palestrante:  Dra. Gabriela Dias: Mestre em Saúde Mental UFRJ; Dra. Kátia Badin – fonoaudióloga.
Programação: Dra. Gabriela Dias: o que é desempenho escolar e quais fatores interferem para o baixo rendimento acadêmico – transtorno do déficit de atenção/hiperatividade; transtornos ansiosos; transtornos do humor (depressão e bipolaridade); transtornos invasivos do desenvolvimento – como afetam o  comportamento, aprendizado e desempenho escolar; Dra. Kátia Badin: dislexia; disortografia; disgrafia; discalculia; como identificar os sinais precoces; quais estratégias utilizar em sala de aula.Participe
Educação Especial
Data: 31/05/2012 / Horário: 8h30 às 12h30 –quinta – feira
Objetivo: proporcionar uma visão reflexiva e prática sobre os vários fatores que norteiam o processo de inclusão do educando com necessidades educacionais especiais.
Palestrante: Patrícia Lorena - Mestre e doutoranda em Educação Especial, pela Uerj.
Programação: integração x inclusão; o processo sócio-histórico do atendimento ao deficiente; legislação que regulamenta a educação especial no Brasil; alunos que demandam educação especial.Participe

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pedro II abre concurso federal para professor

Segue até o próximo dia 17 as inscrições para o concurso para preenchimento de vagas para novos professores no tradicional Colégio Pedro II. São 14 cargos efetivos nos ensinos Básico, Técnico e Tecnológico. Além disso os organizadores aproveitam para criar um banco de reservas para cada disciplina oferecida.
As inscrições são somente virtuais pelo site www.cp2.g12.br. Após preencher a ficha é necessário imprimir a GRU - Guia de Recolhimento da União - e efetuar o pagamento da taxa no valor de R$ 160,00. O concurso terá validade de 1 ano e poderá ser prorrogado por igual período.
Pertencente ao Governo Federal, o Pedro II é o terceiro colégio mais antigo do país ainda em atividade, depois do Ginásio Pernambucano e do Atheneu Norte-Riograndense. O Pedro II tem 13 mil alunos que estudam em 14 campi, sendo 12 no município do Rio de Janeiro, um em Niterói e um em Duque de Caxias, além de uma unidade de educação infantil.
Salário pode dobrar com titulação profissionalO salário básico é de R$ 4…

Passo a passo para utilizar o Benefício Boa Viagem

Olá, associado! Ainda tem dúvidas em relação ao Benefício Boa Viagem? No post de hoje vamos esclarecer essas questões e ainda mostrar o passo a passo de como utilizar este benefício.
1 – Leia o RegulamentoO primeiro passo é ler o regulamento e ficar atento às regras, cláusulas e condições do benefício. O regulamento está disponível em: http://www.appai.org.br/beneficio-boa-viagem.aspx
Site da Appai → Benefício Boa Viagem → Regulamento

2 – Pousadas Conveniadas O associado e beneficiário, regulares na Appai, deverão verificar os hotéis e pousadas no Guia do Associado ou em nosso site e fazer a sua escolha. São diversas opções de roteiros, que vão desde a calmaria da região serrana até as mais belas praias do Estado do Rio de Janeiro.
Site da Appai → Benefício Boa Viagem → Destinos e Pousadas

3 – ReservasDepois de escolher o destino e a pousada de sua preferência, o associado e/ou beneficiário deverão entrar em contato diretamente com o estabelecimento conveniado para fazer a reserva de estad…

A verdade sobre a "Loura do Banheiro"

Sem dúvida nenhuma: é a lenda urbana mais forte no Brasil, que de tempos em tempos ressurge como uma fênix, com uma nova roupagem, mas a essência continua a mesma. A “Mulher Loura”, como é conhecida no Rio, uma redundância em gênero que deixa os professores de português de cabelo em pé. Porém, na verdade ela assusta mesmo é gerações de estudantes. Certamente muitos professores que hoje tentam, em vão, acalmar seus alunos e desmistificar já foram aterrorizados por ela, um dia, quando frequentavam as carteiras escolares. A histeria coletiva chegou ao ponto de casos de escolas que suspenderam as aulas até que os alunos se acalmassem.

Evitar o banheiro a todo custoPara os professores um trabalho a mais. Muitos não iam ao banheiro sem que a professora fosse junto. Outros formavam grupos para seguirem coletivamente. Não era raro alguns prenderem suas necessidades esperando voltar para casa. Isso, quando não acontecia o pior, ao não resistirem a todo esse tempo de abstinência. Nunca vou me es…

3 novos destinos do Benefício Boa Viagem para você descansar

Chegou a hora de programar sua viagem. Com o Benefício Boa Viagem, duas diárias em hotel ou pousada já estão garantidas para você e um acompanhante. Agora só falta você escolher o seu destino e arrumar as malas. A nossa dica é: Região Serrana do Rio de Janeiro. Conheça as opções e agende agora mesmo sua próxima diversão!

PenedoConhecida como destino romântico, a cidade é ideal para quem procura tirar uns dias de tranquilidade. Com arquitetura finlandesa, o local tem um polo gastronômico riquíssimo especializado na culinária europeia e ainda conta, nesta época natalina, com uma atração sensacional chamada de “A Casa do Papai-Noel”, situada no Complexo Comercial Pequena Finlândia, um ponto turístico que não pode deixar de ser visitado por quem escolhe este destino.

Cachoeiras de MacacuSe você é fã de água doce, este é o destino ideal para os seus tão sonhados dias de descanso. Este paraíso ecológico fluminense oferece diversas cachoeiras que formam duchas, tobogãs e piscinas naturais, tud…

Quem é o NATIVO DIGITAL que o PROFESSOR vai encontrar na escola?

.Os professores que atuam, hoje, conhecem bem as características dos alunos com quem vão topar nas escolas?
Para que você possa compreender e mergulhar nesse texto conosco, descubra antes a qual geração você pertence, analisando os dados abaixo:
Geração dos Baby Boomers (nascidos no período do pós-guerra, entre 1946 e 1960)Geração X (nascidos entre 1960 e 1980)Geração Y (nascidos entre 1980 e 1995)Geração Z (nascidos depois de 1995)
Agora que você já se localizou, vamos avançar compreendendo quais gerações fazem parte do grupo chamado “NATIVO DIGITAL”.
Da geração “Y” para frente é que a tecnologia digital foi se tornando presente por meio de videogames, Internet, telefone, celular, MP3, iPod. Portanto, é a partir dessa geração que a classificação “Nativo Digital” passou a existir.
Conheça o conceito de Nativo Digital (ND), formulado pelo próprio autor da expressão, Mark Prensky (2001), especialista em Tecnologia e Educação, pela Harvard School:
“Nativos digitais são aqueles que crescer…