Pular para o conteúdo principal

Então é Natal...

O fim do ano já chegou e entramos naquele período de reflexão onde pensamos o que fizemos e planejamos o que queremos para o futuro. Época de promessas e decisões... E em relação a sua saúde, o que você refletiu? A que conclusões chegou? Quais novas atitudes serão incorporadas ao seu dia a dia?

Para pensarmos melhor nas novas escolhas de vida, selecionamos algumas receitas mais leves para iniciarmos ao ano de 2014 com o pé direito. Para um Natal mais leve!!!



Salada de frango com iogurte e abacaxi

Ingredientes: 2 peitos inteiros de frango, desossados ou 4 filés, 1 colher de sopa de azeite, 1 limão, 1 abacaxi médio, 1 bulbo de erva-doce ou 5 talos de salsão, 200 ml ou meio copinho de iogurte natural, consistência firme, 1 colher (sopa) de hortelã, bem picadinha, 1 colher (sopa) de salsinha bem picadinha, 1 ou 2 colheres (sopa) de mostarda, pimenta-do-reino a gosto e sal a gosto.

Modo de preparo: aqueça o azeite numa frigideira, tempere os peitos de frango com sal e pimenta do reino. Doure um de cada vez na frigideira de preferência antiaderente. Retire e tempere com o limão, deixe esfriar e desfie grosseiramente. Misture bem o iogurte com a mostarda, hortelã, salsinha e tempere com sal e pimenta. Corte a erva-doce em duas partes e fatie as metades sem retirar as folhas do abacaxi. Corte-o em duas partes iguais, que serão usadas como recipientes para servir a salada.  Retire o abacaxi da casca deixando cerca de 1,5 cm de cada lado,  corte o abacaxi retirado em cubinhos. Coloque numa peneira para escorrer numa tigela e misture todos os ingredientes: coloque primeiro o frango, em seguida o abacaxi, as tirinhas de erva-doce e misture. Coloque o molho de iogurte aos pouco até que todos os ingredientes estejam envolvidos nele. Divida em duas partes e sirva dentro do abacaxi. 


Chester com maçãs recheadas

Ingredientes: 1 chester, meia garrafa de vinho, suco de 6 laranjas, 1 colher de margarina light, meia xícara (chá) de salsa picada, 6 maçãs Red, 150 gramas de uvas passas, 100 gramas de nozes picadas, meio copo de vinho e meia colher (sopa rasa) de adoçante.

Modo de preparo: tempere o chester com o vinho e a laranja, de véspera. Misture a margarina à salsa picada e besunte a ave.  Coloque numa assadeira com metade do líquido. Cubra com papel alumínio e leve ao forno preaquecido a 2000 C, por aproximadamente 2 horas, regando-a sempre com o caldo de laranja e vinho em que passou a noite. Retire o papel alumínio, junte as maçãs e deixe dourar por mais 30 minutos. Engrosse o molho que ficou no fundo da assadeira com amido de milho e sirva à parte. Para o recheio das maçãs, coloque as uvas passas no vinho, com o adoçante, e deixe de molho por meia hora. Faça uma cavidade no centro das maçãs e retire um pouco da polpa.  Recheie as maçãs com as passas e leve ao forno para assar, na última meia hora do chester. Decore-as com nozes. Para decorar, coloque o chester sobre folhas de alface, distribua as maçãs recheadas, intercalando com uvas Itália e Rubi.


Risoto de arroz integral com queijo branco

Ingredientes:
1 xícara (chá) de repolho roxo picado, 1 xícara (chá) de arroz integral, 1 xícara (chá) de salsão picado, 1 xícara (chá) de cenoura ralada, 1 xícara (chá) de queijo branco picado, 3 xícaras (chá) de água fervente, meio pimentão picado, meia cebola picadinha, 4 dentes de alho e sal a gosto.
Modo de preparo: refogue a cebola, o alho e o pimentão em panela de pressão. Salteie o restante dos vegetais e em seguida coloque o arroz, a água e o sal. Tampe a panela, deixe cozinhar por 20 minutos em fogo brando após pegar a pressão. Adicione o queijo. Se for necessário, deixe no fogo baixo por mais alguns minutos.
Rabanada assada:

Ingredientes: 4 fatias de pão de forma diet amanhecido, cortadas em 2 triângulos, 1 xícara (chá) de leite desnatado, 1 colher (sopa) de adoçante em pó, 1 colher (chá) de baunilha, 1 ovo inteiro, 1 clara, 1 colher (sobremesa) de canela em pó, 1 colher (sobremesa) de leite em pó desnatado e 1 colher (sobremesa) de adoçante para uso culinário (específico para ir ao fogo).

Modo de preparo:
mergulhe as fatias de pão, uma a uma, no leite misturado com o adoçante e a baunilha. Depois, passe no ovo batido junto com a clara. Arrume as fatias numa assadeira untada com óleo previamente aquecida no forno. Volte a assadeira ao forno alto até o pão dourar (virar dos dois lados). Misture a canela, o leite, o adoçante e polvilhe as fatias de pão.


Drink de verão

Ingredientes:
300 ml de água de coco. 3 unidades de cereja sem caroço, cortadas ao meio. Meia unidade de pêssego sem casca fatiado.

Modo de preparo: leve as cerejas e o pêssego ao congelador e a água de coco à geladeira por no mínimo 4 horas. Em uma taça coloque a água de coco gelada e as frutas congeladas. Decore com folhas de hortelã e sirva em seguida.

Postagens mais visitadas deste blog

Passo a passo para utilizar o Benefício Boa Viagem

Olá, associado! Ainda tem dúvidas em relação ao Benefício Boa Viagem? No post de hoje vamos esclarecer essas questões e ainda mostrar o passo a passo de como utilizar este benefício.
1 – Leia o Regulamento O primeiro passo é ler o regulamento e ficar atento às regras, cláusulas e condições do benefício. O regulamento está disponível em: http://www.appai.org.br/beneficio-boa-viagem.aspx
Site da Appai → Benefício Boa Viagem → Regulamento

2 – Pousadas Conveniadas O associado e beneficiário, regulares na Appai, deverão verificar os hotéis e pousadas no Guia do Associado ou em nosso site e fazer a sua escolha. São diversas opções de roteiros, que vão desde a calmaria da região serrana até as mais belas praias do Estado do Rio de Janeiro.
Site da Appai → Benefício Boa Viagem → Destinos e Pousadas

3 – Reservas Depois de escolher o destino e a pousada de sua preferência, o associado e/ou beneficiário deverão entrar em contato diretamente com o estabelecimento conveniado para fazer a reserva de estad…

A fotografia e o poder da imagem no mundo moderno

Da pintura como única forma de reproduzir o que os olhos presenciavam até as modernas maneiras de registrar a realidade, a fotografia descreveu uma trajetória cercada de muitas discussões a respeito do lugar que essa atividade deveria desempenhar no cotidiano das pessoas e no engrandecimento da cultura. O inventor francês Louis Daguerre foi o primeiro a criar algo que sugerisse a substituição dos artistas como forma de reproduzir visualmente a realidade. Em 1839 é anunciado o daguerreótipo, o primeiro ancestral das máquinas fotográficas. Na verdade muitos pesquisadores autônomos já haviam trabalhado e obtido alguns êxitos em desenvolver maneiras de reproduzir a imagem.
O mérito de Daguerre foi desenvolver uma máquina que dava início ao que iria se transformar numa das características que mais colaborariam para a popularização do ato de retratar: a possibilidade de cada pessoa poder utilizar sua própria câmera e produzir suas imagens, em substituição à habilidade individual de artistas …

Prestigiar o professor é o grande barato desta bienal

Conheça o trabalho de professores como você, participando das nossas tardes de autógrafo. Serão mais de 30 autores de diversos gêneros, como o colunista do blog da Appai e revisor da Revista Appai Educar, Sandro Gomes.

As três edições do Altos Papos já estão com inscrições abertas na página da Educação Continuada no Portal do Associado. Leia atentamente as condições de horário e transporte antes de confirmar sua presença.
Aproveite a visita e “seja capa” da Revista Appai Educar. Marque suas fotos com #SouAppai e apareça em nosso Facebook.
E ainda divirta-se em nosso espaço interativo e conheça um pouco mais sobre a appai.
PROGRAMAÇÃO COMPLETA


A construção da imagem de Tiradentes

Uma abordagem básica possivelmente revelará que Tiradentes é o herói preferido dos brasileiros, ficando à frente de nomes de grande apelo popular, como o líder Zumbi dos Palmares ou o arrojado D. Pedro I. Apesar de a história popularmente divulgada do Mártir da Inconfidência estar repleta de elementos de valor universal, como os ideais de liberdade e justiça, o fato é que a boa imagem do inconfidente é fruto da tentativa de acomodar esse momento da história aos objetivos de quem esteve nas proximidades do poder.
Foi na República que a imagem de Tiradentes começa a ser trabalhada de forma consciente e intencional. O movimento militar, de base positivista, que derrubou a Monarquia tinha em mente o objetivo bem explícito de atuar no imaginário da população, reduzindo a influência que o sistema colonial imprimira ao longo de mais de três séculos. Tiradentes era alferes, lutava pela instalação de um regime republicano e único condenado à morte na conspiração. Elementos, portanto, bastante i…

Para além do “terra à vista”

A “certidão de nascimento do Brasil”. É como um certo senso comum habituou-se a classificar a carta escrita pelo escrivão da expedição comandada por Pedro Álvares Cabral, que contém os primeiros e mais significativos relatos sobre a terra e seus moradores. A fama e a importância historiográfica que acabou sendo atribuída a esse documento acabariam por ocultar o fato de que uma série de outros registros igualmente importantes e informativos foi produzida nos anos próximos a 1500, data em que se deu o “achamento” das terras. Alguns desses textos revelam pontos relevantes, que têm ajudado a compor o quadro tanto quanto possível real do singular encontro entre contextos tão diferentes.
Há inclusive registro de um documento anterior à própria partida das naus cabralinas, um relatório redigido por Vasco da Gama, que deixa clara uma anterior experiência do pioneiro navegante pelas águas que seriam singradas pelas frotas de Cabral. Um detalhe importante vem à tona nesse escrito. Em meio a inst…