Pular para o conteúdo principal

Quantos são quatro mais três? Pensando fora da calculadora…


Na coluna da semana passada conversamos sobre a diferença entre Competência e Desempenho, baseados nas ideias do sábio Moretto*. Hoje vamos dar sequência ao tema destacando para o modelo criado por Vasco Moretto para explicar o conceito de competência aplicada aos professores. Como Vasco é adepto das ideias do estudioso russo, Vygostsky, ele chamou o seu trabalho (de forma criativa e humorada) de Modelo Waskowsky Morettowsk, para homenagear o russo.

Observe a imagem que representa o Modelo de Vasco:



Para que eu possa explicar o modelo Waskowsky Morettowsk, vamos recordar o conceito de competência elaborado pelo próprio Moretto. Competência é “a capacidade de um sujeito de mobilizar recursos visando abordar e resolver situação complexa”. E é o próprio Moretto que pergunta e responde: Quais são as situações complexas que o professor necessitará resolver em sua profissão? São três: Planejar aulas, Ministrar aulas e Avaliar a aprendizagem. Ele enfatiza que é preciso que o professor seja competente nessas três situações complexas. Mas, para resolver as situações complexas, ele necessitará desenvolver alguns recursos, que conforme o modelo de Moretto são cinco. O primeiro deles é: 1) CC=Conteúdos Conceituais, isto é, o professor precisa dominar os conteúdos, portanto não pode parar de estudar, precisa estar sempre se atualizando, pois a sociedade mudou, os alunos mudaram, o contexto está em transformação constante! Se você estuda sempre, mantém o desenvolvimento da sua competência. Ele ressalta que: “Aprender é construir significados” e “Ensinar é oportunizar essa construção”. Importante compreender que aprender bem envolve ser um “gestor da informação e não um mero acumulador de dados”.

O segundo recurso é: 2) H=Habilidade, que é um componente da competência. Moretto pergunta: “Se eu desenvolver uma quantidade enorme de habilidades serei competente?”. E a resposta é: “Não”. Habilidade significa “saber fazer”, porém a competência é algo mais amplo, pois requer de você pensar e fazer. Vamos abrir um parêntese aqui. Moretto ressalta que a escola que frequentamos privilegiou, e muito, o desenvolvimento de habilidades e não da competência, e por esse motivo estudamos, por exemplo, o que são números primos (decoreba) e não sabemos nem o que é e muito menos para que servem. Habilidade por si só não desenvolve competência.

Ele apresenta, então, o próximo recurso necessário ao desenvolvimento de competência para o professor: 3) L= Linguagem. Esse atributo encerra um pilar muito importante, que é: “Nenhuma palavra tem sentido em si mesma, quem lhe dá o sentido é o CONTEXTO no qual é utilizada. E, para ilustrar a sua fala, Moretto nos dá um exemplo. Ele apresenta uma frase e pede que você a pontue com duas vírgulas e um ponto, dando sentido a ela. Observe-a sem a pontuação completa: “Maria toma banho porque sua mãe disse ela que pegue a toalha”. A frase sem a devida pontuação está sem sentido!

Agora, observe a sentença pontuada corretamente e perceba a diferença: “Maria toma banho porque sua (suor). Mãe, disse ela, pegue a toalha”. Esta brincadeira com as frases nos mostra que a palavra só tem sentido no contexto. Por isso, a linguagem (o que falo e como falo) faz toda a diferença para o aluno. Um dos maiores problemas com a linguagem acontece em momentos avaliativos, em que o professor faz uma pergunta ampla, sem contextualização, esperando a resposta do que não perguntou. Exemplo disso é a seguinte pergunta, feita por uma professora para uma prova: “Como é a organização das abelhas numa colmeia?”. As respostas foram as seguintes: É ótima; É joia; É maravilhosa. De fato, o que a professora queria saber era: Escreva a função de, ao menos, quatro grupos de elementos da colmeia. Portanto, é preciso pensar bem como comunicar esse conteúdo, a linguagem é fundamental!

O quarto recurso que precisamos para desenvolver competência são: 4) VC=Valores Culturais. O professor precisa buscá-los naquele contexto em que vive. Moretto destaca que: “Os valores culturais estabelecem âncoras para a linguagem e para a construção de representações. Toda situação complexa está relacionada a valores culturais, que devem ser analisados, compreendidos e respeitados. Deles derivam a ética e a moral dos grupos sociais”.

E, por fim, o quinto recurso necessário ao desenvolvimento de competência para o professor: 5) AE=Administração do Emocional. É fundamental saber lidar e administrar o seu emocional. Aquele que não se conhece e não sabe como controlar o seu emocional pode levar a cabo a sua competência. Vasco ilustra a explicação dando exemplo de um jogador de futebol que treina muito, mas na hora da jogada perde a cabeça, chuta o adversário, recebe falta, acabando por perder a jogada.

E, para finalizar a explicação do Modelo Waskowsky Morettowsk, temos na imagem um último elemento ainda não apresentado, que são os “e” espalhados por toda a área, como uma espécie de pano de fundo do desenvolvimento de competência. Sim, é exatamente esse o sentido do “e” de ética profissional. Moretto afirma que você pode ter conhecimento, habilidade, linguagem, valores culturais, pode administrar o emocional, porém, se não tiver ética, pode desviar a competência pra um caminho errado, negativo. Exemplos de pessoas com grande potencial, mas sem ética, não faltam. Então, para desenvolver competência, conforme o modelo de Vasco Moretto, é preciso investir ao mesmo tempo nos cinco recursos apresentados tendo como pano de fundo a ética, que se configura como o respeito pela profissão.

E, para finalizar a nossa conversa, vamos matar a charada proposta no título dessa coluna, aliás feita pelo próprio Moretto: Quantos são quatro mais três? Se desenvolvermos apenas a habilidade de usar a calculadora, responderemos que são “sete”, resposta óbvia, porém, para quem desenvolveu competência, haverá outras maneiras de responder. Uma delas você mesmo pode experimentar: dê quatro passos iguais em linha reta, da esquerda para a direita, isto é, você andou quatro passos em linha reta. Agora retorne pelo mesmo caminho, dando três passos em direção ao ponto de partida. E a pergunta é: Quanto são quatro mais três, nesse caso? Resposta para charada: um, isto é, quatro passos de ida, três de volta, no mesmo caminho. Resultado: um passo. Pensando fora da calculadora

Gostou da abordagem? Na próxima semana voltamos com mais conteúdo e aprendizagens pra você. Até lá!

Vasco Moretto é mestre em Didática das Ciências – Univ. de Laval – Québec – Canadá. Também é um estudioso que se debruçou sobre o tema Competência na escola.

Comentários

  1. Ótima abordagem. Outras maneiras de olhar, ter mente aberta.

    ResponderExcluir
  2. Abordagem muito interessante e dinâmico, gostei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leandro, fico muito grata pela sua participação😉.

      Excluir
    2. Parabéns Andréa,gostei muito da abordagem.

      Excluir
    3. Obrigada por participar, Claudia Nagaki.

      Excluir
  3. Parabéns Andrea!! Assunto oportuno e atual, não somente para a sala de aula. Em especial quando falamos sobre administrar nosso emocional. Cada vez mais precisamos aprender sobre como administrar aquilo que comunicamos e aquilo que recebemos. Muitos problemas ocorrem por falha na comunicação, isso porque em geral, na sala de aula estamos lidando com gerações diferentes. São valores e pensamentos divergentes que precisam ser alinhados, e quem deve fazer essa mediação é justamente o professor.

    ResponderExcluir
  4. Obrigada, Maristela. O seu comentário faz todo o sentido, o emocional é parte fundamental nesse processo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.

Postagens mais visitadas deste blog

Pedro II abre concurso federal para professor

Segue até o próximo dia 17 as inscrições para o concurso para preenchimento de vagas para novos professores no tradicional Colégio Pedro II. São 14 cargos efetivos nos ensinos Básico, Técnico e Tecnológico. Além disso os organizadores aproveitam para criar um banco de reservas para cada disciplina oferecida.
As inscrições são somente virtuais pelo site www.cp2.g12.br. Após preencher a ficha é necessário imprimir a GRU - Guia de Recolhimento da União - e efetuar o pagamento da taxa no valor de R$ 160,00. O concurso terá validade de 1 ano e poderá ser prorrogado por igual período.
Pertencente ao Governo Federal, o Pedro II é o terceiro colégio mais antigo do país ainda em atividade, depois do Ginásio Pernambucano e do Atheneu Norte-Riograndense. O Pedro II tem 13 mil alunos que estudam em 14 campi, sendo 12 no município do Rio de Janeiro, um em Niterói e um em Duque de Caxias, além de uma unidade de educação infantil.
Salário pode dobrar com titulação profissionalO salário básico é de R$ 4…

Passo a passo para utilizar o Benefício Boa Viagem

Olá, associado! Ainda tem dúvidas em relação ao Benefício Boa Viagem? No post de hoje vamos esclarecer essas questões e ainda mostrar o passo a passo de como utilizar este benefício.
1 – Leia o RegulamentoO primeiro passo é ler o regulamento e ficar atento às regras, cláusulas e condições do benefício. O regulamento está disponível em: http://www.appai.org.br/beneficio-boa-viagem.aspx
Site da Appai → Benefício Boa Viagem → Regulamento

2 – Pousadas Conveniadas O associado e beneficiário, regulares na Appai, deverão verificar os hotéis e pousadas no Guia do Associado ou em nosso site e fazer a sua escolha. São diversas opções de roteiros, que vão desde a calmaria da região serrana até as mais belas praias do Estado do Rio de Janeiro.
Site da Appai → Benefício Boa Viagem → Destinos e Pousadas

3 – ReservasDepois de escolher o destino e a pousada de sua preferência, o associado e/ou beneficiário deverão entrar em contato diretamente com o estabelecimento conveniado para fazer a reserva de estad…

A verdade sobre a "Loura do Banheiro"

Sem dúvida nenhuma: é a lenda urbana mais forte no Brasil, que de tempos em tempos ressurge como uma fênix, com uma nova roupagem, mas a essência continua a mesma. A “Mulher Loura”, como é conhecida no Rio, uma redundância em gênero que deixa os professores de português de cabelo em pé. Porém, na verdade ela assusta mesmo é gerações de estudantes. Certamente muitos professores que hoje tentam, em vão, acalmar seus alunos e desmistificar já foram aterrorizados por ela, um dia, quando frequentavam as carteiras escolares. A histeria coletiva chegou ao ponto de casos de escolas que suspenderam as aulas até que os alunos se acalmassem.

Evitar o banheiro a todo custoPara os professores um trabalho a mais. Muitos não iam ao banheiro sem que a professora fosse junto. Outros formavam grupos para seguirem coletivamente. Não era raro alguns prenderem suas necessidades esperando voltar para casa. Isso, quando não acontecia o pior, ao não resistirem a todo esse tempo de abstinência. Nunca vou me es…

3 novos destinos do Benefício Boa Viagem para você descansar

Chegou a hora de programar sua viagem. Com o Benefício Boa Viagem, duas diárias em hotel ou pousada já estão garantidas para você e um acompanhante. Agora só falta você escolher o seu destino e arrumar as malas. A nossa dica é: Região Serrana do Rio de Janeiro. Conheça as opções e agende agora mesmo sua próxima diversão!

PenedoConhecida como destino romântico, a cidade é ideal para quem procura tirar uns dias de tranquilidade. Com arquitetura finlandesa, o local tem um polo gastronômico riquíssimo especializado na culinária europeia e ainda conta, nesta época natalina, com uma atração sensacional chamada de “A Casa do Papai-Noel”, situada no Complexo Comercial Pequena Finlândia, um ponto turístico que não pode deixar de ser visitado por quem escolhe este destino.

Cachoeiras de MacacuSe você é fã de água doce, este é o destino ideal para os seus tão sonhados dias de descanso. Este paraíso ecológico fluminense oferece diversas cachoeiras que formam duchas, tobogãs e piscinas naturais, tud…

Quem é o NATIVO DIGITAL que o PROFESSOR vai encontrar na escola?

.Os professores que atuam, hoje, conhecem bem as características dos alunos com quem vão topar nas escolas?
Para que você possa compreender e mergulhar nesse texto conosco, descubra antes a qual geração você pertence, analisando os dados abaixo:
Geração dos Baby Boomers (nascidos no período do pós-guerra, entre 1946 e 1960)Geração X (nascidos entre 1960 e 1980)Geração Y (nascidos entre 1980 e 1995)Geração Z (nascidos depois de 1995)
Agora que você já se localizou, vamos avançar compreendendo quais gerações fazem parte do grupo chamado “NATIVO DIGITAL”.
Da geração “Y” para frente é que a tecnologia digital foi se tornando presente por meio de videogames, Internet, telefone, celular, MP3, iPod. Portanto, é a partir dessa geração que a classificação “Nativo Digital” passou a existir.
Conheça o conceito de Nativo Digital (ND), formulado pelo próprio autor da expressão, Mark Prensky (2001), especialista em Tecnologia e Educação, pela Harvard School:
“Nativos digitais são aqueles que crescer…