Pular para o conteúdo principal

Universidade 42, pioneira na exclusão dos professores em sala de aula


Em um primeiro momento, parece que as pessoas enlouqueceram. Sala sem professor, sem livros, alunos sem uma grade de disciplinas, conclusão do curso sem diploma. O caos está instalado. Ou será que o avanço tecnológico chegou e nós perdemos o bonde? Ishiii, coisa antiga. Ou será o “taime”? Ou quem sabe tenha sido apenas a falta de um clique.

Essas e outras respostas certamente ainda não teremos. Mas o que já se sabe de concreto é que a mais nova universidade colaborativa, em que os alunos avaliam entre si seus apontamentos, já está com a sua segunda unidade instalada no Vale do Silício, na Califórnia, nos Estados Unidos.

Conhecida como “42” – em referência ao filme “O Guia de Mochileiro das Galáxias”, em cuja trama ficcional o número 42 é a resposta dada pelo computador Pensador Profundo a dois jovens sobre a questão fundamental da vida –, a universidade tem um método de ensino totalmente colaborativo. Bem diferente do sistema tradicional, quem estuda lá está livre das aulas fixas e pode escolher o projeto de que vai participar, tendo como opção de criação a programação de website ou a de jogos para a plataforma on-line.

Tudo na instituição foi projetado para reproduzir com o máximo de fidelidade um ambiente tradicional de trabalho encontrado nas empresas do ramo, inclusive a avaliação final do projeto onde a colaboração mútua será primordial para o resultado da conclusão. Esse período de finalização pode variar entre três e cinco anos. Dentro de uma escala interna, os alunos têm que atingir o nível 21 do projeto já predeterminado pela instituição.

Numa acirrada disputa pelo preenchimento das vagas abertas, a primeira unidade teve 70 mil inscritos. Desse total apenas 3 mil, ou seja, menos de 5% conseguiram fazer parte desse sonho do bilionário francês Xavier Niel, fundador da instituição e dono da empresa de telecomunicações Iliad.

Para que esse método de ensino fosse implantado, mais de 100 milhões de dólares foram investidos, algo em torno de mais de 340 milhões de reais. Com um custo bastante ousado, o projeto não poderia deixar de acompanhar esse arrojo. A nova unidade deve receber cerca de 1.000 alunos norte-americanos famintos em criar e colaborar com o desenvolvimento da inteligência artificial ditada pelos algoritmos e seus indexadores. Para Niel, o investidor-mor desse projeto, e seus sócios, o método de aprendizagem incentiva os estudantes a serem receptores ativos de conhecimento, ao contrário do modelo atual. Segundo ele, ex-alunos da instituição conseguiram empregos em empresas renomadas, como IBM, Tesla e Amazon.

Mas tem gente chiando

De acordo com especialistas da área, essa nova metodologia pode acarretar prejuízos aos alunos pela supressão da figura do professor ou orientador. Mesmo porque equilibrar ou mediar o embate entre as diferentes avaliações feitas pelos alunos pode ser um sério problema para aqueles grupos de estudantes que têm dificuldade de trabalhar em equipe e, sobretudo, de aceitar críticas. Mas, em contrapartida, todos reconhecem a ousadia do idealizador do projeto e seu pioneirismo neste formato. O que todos esperam é que a médio e longo prazo os resultados sejam favoráveis a todos, inclusive à figura do tão querido professor.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pedro II abre concurso federal para professor

Segue até o próximo dia 17 as inscrições para o concurso para preenchimento de vagas para novos professores no tradicional Colégio Pedro II. São 14 cargos efetivos nos ensinos Básico, Técnico e Tecnológico. Além disso os organizadores aproveitam para criar um banco de reservas para cada disciplina oferecida.
As inscrições são somente virtuais pelo site www.cp2.g12.br. Após preencher a ficha é necessário imprimir a GRU - Guia de Recolhimento da União - e efetuar o pagamento da taxa no valor de R$ 160,00. O concurso terá validade de 1 ano e poderá ser prorrogado por igual período.
Pertencente ao Governo Federal, o Pedro II é o terceiro colégio mais antigo do país ainda em atividade, depois do Ginásio Pernambucano e do Atheneu Norte-Riograndense. O Pedro II tem 13 mil alunos que estudam em 14 campi, sendo 12 no município do Rio de Janeiro, um em Niterói e um em Duque de Caxias, além de uma unidade de educação infantil.
Salário pode dobrar com titulação profissional O salário básico é de R$ 4…

Passo a passo para utilizar o Benefício Boa Viagem

Olá, associado! Ainda tem dúvidas em relação ao Benefício Boa Viagem? No post de hoje vamos esclarecer essas questões e ainda mostrar o passo a passo de como utilizar este benefício.
1 – Leia o Regulamento O primeiro passo é ler o regulamento e ficar atento às regras, cláusulas e condições do benefício. O regulamento está disponível em: http://www.appai.org.br/beneficio-boa-viagem.aspx
Site da Appai → Benefício Boa Viagem → Regulamento

2 – Pousadas Conveniadas O associado e beneficiário, regulares na Appai, deverão verificar os hotéis e pousadas no Guia do Associado ou em nosso site e fazer a sua escolha. São diversas opções de roteiros, que vão desde a calmaria da região serrana até as mais belas praias do Estado do Rio de Janeiro.
Site da Appai → Benefício Boa Viagem → Destinos e Pousadas

3 – Reservas Depois de escolher o destino e a pousada de sua preferência, o associado e/ou beneficiário deverão entrar em contato diretamente com o estabelecimento conveniado para fazer a reserva de estad…

A fotografia e o poder da imagem no mundo moderno

Da pintura como única forma de reproduzir o que os olhos presenciavam até as modernas maneiras de registrar a realidade, a fotografia descreveu uma trajetória cercada de muitas discussões a respeito do lugar que essa atividade deveria desempenhar no cotidiano das pessoas e no engrandecimento da cultura. O inventor francês Louis Daguerre foi o primeiro a criar algo que sugerisse a substituição dos artistas como forma de reproduzir visualmente a realidade. Em 1839 é anunciado o daguerreótipo, o primeiro ancestral das máquinas fotográficas. Na verdade muitos pesquisadores autônomos já haviam trabalhado e obtido alguns êxitos em desenvolver maneiras de reproduzir a imagem.
O mérito de Daguerre foi desenvolver uma máquina que dava início ao que iria se transformar numa das características que mais colaborariam para a popularização do ato de retratar: a possibilidade de cada pessoa poder utilizar sua própria câmera e produzir suas imagens, em substituição à habilidade individual de artistas …

Prestigiar o professor é o grande barato desta bienal

Conheça o trabalho de professores como você, participando das nossas tardes de autógrafo. Serão mais de 30 autores de diversos gêneros, como o colunista do blog da Appai e revisor da Revista Appai Educar, Sandro Gomes.

As três edições do Altos Papos já estão com inscrições abertas na página da Educação Continuada no Portal do Associado. Leia atentamente as condições de horário e transporte antes de confirmar sua presença.
Aproveite a visita e “seja capa” da Revista Appai Educar. Marque suas fotos com #SouAppai e apareça em nosso Facebook.
E ainda divirta-se em nosso espaço interativo e conheça um pouco mais sobre a appai.
PROGRAMAÇÃO COMPLETA


A construção da imagem de Tiradentes

Uma abordagem básica possivelmente revelará que Tiradentes é o herói preferido dos brasileiros, ficando à frente de nomes de grande apelo popular, como o líder Zumbi dos Palmares ou o arrojado D. Pedro I. Apesar de a história popularmente divulgada do Mártir da Inconfidência estar repleta de elementos de valor universal, como os ideais de liberdade e justiça, o fato é que a boa imagem do inconfidente é fruto da tentativa de acomodar esse momento da história aos objetivos de quem esteve nas proximidades do poder.
Foi na República que a imagem de Tiradentes começa a ser trabalhada de forma consciente e intencional. O movimento militar, de base positivista, que derrubou a Monarquia tinha em mente o objetivo bem explícito de atuar no imaginário da população, reduzindo a influência que o sistema colonial imprimira ao longo de mais de três séculos. Tiradentes era alferes, lutava pela instalação de um regime republicano e único condenado à morte na conspiração. Elementos, portanto, bastante i…